Nav icon
Moma
Fashion

Vans e MoMA lançam collab que celebra a arte moderna do Museu

Postado por Thássio Marcelo Aragão / 16 December, 2020

A coleção colaborativa desembarca no Brasil em dois drops faseados: 03 e 11 de Dezembro.

Precisamos falar dessa coleção artsy que está muito linda! A marca original dos esportes de ação Vans trouxe para o Brasil sua mais recente colaboração com um dos mais importantes museus do mundo dedicado à arte moderna e contemporânea, o Museum of Modern Art (MoMA) localizado em Nova York, traduzido em português para Museu de Arte Moderna.

VEJA TAMBÉM: GALERIAS SÃO A ENGRENAGEM DA ARTE CONTEMPORÂNEA EM SÃO PAULO

Moma

Com uma paixão compartilhada por inspirar a auto expressão criativa em todo o mundo, a Vans e o MoMA se juntam para apresentar uma coleção especial e completa de tênis, vestuário e acessórios para todas as idades. Os artistas homenageados pela união entre as duas entidades fundamentadas na arte refletem a diversidade da coleção do MoMA com obras de arte de Claude Monet, Vasily Kandinsky, Salvador Dalí, Edvard Munch, Jackson Pollock, Lybov Popova e Faith Ringgold.

“O MoMA está orgulhoso de apresentar uma coleção colaborativa com a Vans, pois eles também têm um rico legado de apoio à expressão artística”, adiciona Robin Sayetta, Diretor de Licenciamento e Parcerias do MoMA. “Buscamos um número limitado de colaborações de produtos, e o nosso objetivo é sempre de envolver um público mais amplo em combinação com a arte moderna. Estamos entusiasmados em alcançar os amantes da arte em todo o mundo por meio da rede global da Vans.”

VEJA TAMBÉM: VANS HOMENAGEIA A FAMÍLIA MAIS QUERIDA DA TELEVISÃO: OS SIMPSONS

Moma

Inaugurando a cápsula dos artistas, a coleção Vans x MoMA apresenta Claude Monet, uma indiscutível força do movimento impressionista, que durante toda a sua vida documentou a constante mudança do campo francês em seu trabalho de paisagismo ao ar livre, concebido a partir de uma única inspiração: a observação da natureza.

VEJA TAMBÉM: O ABSTRATO MUNDO DE MATTHEW BARNEY

A série do pintor francês homenageia a sua icônica assinatura “Water Lilies, 1914-1926”, uma obra feita nos últimos anos de Claude Monet em sua casa na pequena cidade de Giverny, França, que foi cuidadosamente escolhida para customizar a silhueta Authentic, além de revestir um boné, um moletom e uma mochila.

Moma

Vasily Kandinsky acreditava que tanto a cor quanto a forma evocavam o seu próprio poder e emoção, independentemente das imagens e objetos. Utilizando da impressão intitulada de “Orange, 1923”, que Kandinsky fez enquanto lecionava na escola alemã de arte e design Bauhaus, as peças de vestuário e acessório celebram essa investigação em formas e sinais abstratos que estampam meticulosamente uma camiseta de manga curta, um moletom sem capuz e um boné.

VEJA TAMBÉM: 10 FATOS QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE A ESCOLA DE DESIGN BAUHAUS

Moma

Salvador Dalí se inspirou no subconsciente, nos sonhos e na imaginação em suas obras surrealistas que mesclam o real e o inventado. Uma de suas contribuições mais conhecidas, a obra “The Persistence of. Memory, 1931” e o tom de azul que preenche o mostrador do relógio da pintura de Salvador Dalí foram escolhidos para desenvolver moletom que celebra a criatividade do artista espanhol em combinação com o espírito “Off The Wall” da Vans.

VEJA TAMBÉM: KEITH HARING – A REINVINDICAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO ATRAVÉS DA ARTE

Moma

A quarta apresentação foi profundamente baseada no impactante trabalho de Edvard Munch e de sua obra mais conhecida, “The Scream, 1895”. Capturando o grito infinito da natureza e a angústia perpétua, uma versão impressa dessa pintura foi cuidadosamente incorporada em cada um dos painéis de lona do Vans Era, em um padrão sequencial que também pode ser encontrado na mochila Old Skool Backpack e em um moletom com capuz.

VEJA TAMBÉM: O UNIVERSO POP DE ANDY WARHOL: O ARTISTA QUE MUDOU O MUNDO

Moma

Jackson Pollock foi um dos principais pioneiros do movimento experimental “action painting”, um processo criativo que consiste na técnica de gotejamento e despejamento de tinta nas superfícies das lonas branco de uma forma física, expressando a sua criatividade de forma abstrata ao invés de ilustrá-la por desenhos.

VEJA TAMBÉM: 15 ESPAÇOS CULTURAIS EM SÃO PAULO QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

A obra “One: Number 31, 1950” de Pollock transformou completamente o Authentic através de uma aplicação do padrão do artista americano sobre todo o cabedal e a vira da silhueta. Uma camiseta de manga curta e um boné camper também são tomados pelas gotas experimentais de Pollock.

Moma

Lybov Popova abordou a pintura como um ato de “construção” usando cor, linha e forma para criar um trabalho dimensional que expressasse o movimento e o dinamismo. Para a coleção Vans x MoMA, a obra “Untitled, 1917” foi a escolhida para estampar o clássico Sk8-Hi, utilizando cada lado do cabedal para traduzir a visão vanguardista da artista, que é reforçada por um moletom sem capuz e uma camiseta de manga curta.

VEJA TAMBÉM: OS INTRICADOS VISUAIS DE JEAN-MICHEL BASQUIAT: ARTISTA DAS RUAS

Moma

Para finalizar a séries dos artistas traz a influência de Faith Ringgold, uma aclamada pintora, escritora, escultora, artista performática, educadora e ativista cujo todo o trabalho destaca suas experiências com racismo e injustiça social.

VEJA TAMBÉM: 10 ARTISTAS PLÁSTICOS BRASILEIROS PARA ACOMPANHAR O TRABALHO

Os curadores da coleção Vans x MoMA trabalharam de maneira próxima e estreita com Ringgold para elevar sua arte da sua obra “Woman Free Yourself, 1971”, que traz as letras em negrito para o pé esquerdo do Era, enquanto pôster “Freedom Woman Now, 1971” assina o pé direito para formar o lema que foi convocado durante a prisão de Angela Davis. As palavras poderosas de Ringgold também são escritas e tangilibilizadas pelo bucket reversível e por uma camiseta de manga longa.

Moma

Uma segunda silhueta, dessa vez o clássico Slip-On, foi customizado a partir da primeira série de pinturas abstratas de Ringgold, “The Windows of the Wedding”, desenvolvida na década de 1970.

VEJA TAMBÉM: O RETORNO TRIUNFAL DO ARTISTA VISIONÁRIO DAMIEN HIRST

A frase “My mother said I’d have to work twice as hard to go half as far.”, sendo traduzida em português para “Minha mãe disse que eu teria que trabalhar duas vezes mais para ir até a metade” que carrega a mensagem da incansável luta diária das mulheres e de Faith Ringgold por justiça foi minuciosamente estampada na vira do tênis na caligrafia da artista.

Moma

O drop #2 apresenta uma variedade de tênis, vestuário e peças de acessórios assinados pela própria marca do Museu de Arte Moderna. Inspirado pelas contribuições da Vans para a arte e principalmente pela popularização estampa Checkerboard em todo o mundo na década de 1980, a coleção combina o icônico padrão da Vans com a identidade reimaginada, recém expandida e colorida do Museu.

VEJA TAMBÉM: 12 CENTROS CULTURAIS INTRIGANTES DE SÃO PAULO PARA VISITAR EM 2020

O ComfyCush Era e o ComfyCush Old Skool carregam as assinaturas da Vans e do MoMA bordadas nos calcanhares das silhuetas. O segundo drop da coleção ainda é composto para os adultos, por uma camiseta boyfriend feminina, uma camiseta de manga longa masculina, sendo finalizado confortável sacola customizada pela identidade da colaboração.

Moma

Tanto o drop #1 da colaboração entre Vans x MoMA, composto pela série dos artistas, como o segundo e último drop da coleção, que carrega a identidade visual da Vans e do Museu de Arte Moderna, já estão disponíveis em revendedores autorizados, nas Vans Stores e no site oficial da marca. Qual foi o calçado ou roupa que você mais curtiu deste lançamento? Comenta aí!

Fotos: Divulgação

Summary
Vans e MoMA lançam collab que celebra a arte moderna do Museu
Article Name
Vans e MoMA lançam collab que celebra a arte moderna do Museu
Description
Conheça a nova coleção da Vans em colaboração com o Museum of Modern Art (MoMA), um dos mais importantes museus do mundo de arte moderna e contemporânea.
Author
Publisher Name
What Else Mag
Publisher Logo

O que você achou?