Nav icon
Cult +

Disney renova clássico O Rei Leão em versão hiper-realista

Postado por Alisson Prando / 16 July, 2019

Através de tecnologia de ponta e nostalgia, a Disney se prepara para fazer o hit das férias de julho nos cinemas com “O Rei Leão”.

Desde o início do século 20, a Disney tem sido uma das principais companhias da Indústria do Cinema (seu personagem mais icônico, Mickey Mouse, completou 90 anos recentemente). É certo afirmar que as pessoas farão filas quilométricas para qualquer filme que a Disney realizar para os cinemas ao redor do mundo. E com o novo “O Rei Leão” promete não ser diferente.

Nos anos 90, para além dos cinemas, as casas também eram repletas de aparelhos videocassetes – não existia YouTube, Netflix, nem mesmo DVDs ou Blu-Rays, as mídias físicas não só existiam, como também existiam videolocadoras que cobravam multas, caso você não devolvesse todas as fitas rebobinadas – era uma febre.

o rei leão

VHS do filme O Rei Leão, de 1994

A Disney foi uma das empresas que mais souberam lucrar com o VHS. Era quase impossível que uma criança não tivesse acesso aos filmes da Disney, como “Toy Story”, “Mulan”, “A Bela e a Fera”, “A Branca de Neve” ou “O Rei Leão”.

LEGADO DE O REI LEÃO

Lançado em junho de 1994, “O Rei Leão” impactou toda uma geração de crianças. Inspirado por “Hamlet”, quando o filme chegou aos cinemas 25 anos atrás, ajudou a consolidar a reputação da Disney como o principal estúdio de animação, entretendo crianças e adultos, com suas músicas cativantes e personagens de cores vivas, e ensinou a toda uma geração lições de vida.

o rei leão

Personagens principais do filme O Rei Leão, de 1994

Aprendemos a não levar a vida muito a sério, que as larvas têm gosto de frango, evitar lugares que a luz não alcança, e que as hienas não são as criaturas mais amigáveis. Mas o mais importante é que “O Rei Leão” nos ensinou muito sobre a morte e a bagagem emocional que a acompanha.

Mas a animação não apresentou apenas a noção de morte; também passa pela reconciliação com as emoções difíceis e complicadas que acompanham o processo de luto. Como Simba, aprendemos que a morte pode trazer uma série de emoções complexas, e que perder um ente querido não apenas deixa você triste.

Você se sentirá zangado, frustrado, culpado, sobrecarregado, mas em última análise, é compreensível sentir essas coisas. Na verdade, é importante senti-las. Vimos Simba lutar com sua culpa pela morte de Mufasa e descobrir que não era culpa dele. Aprendemos que perder um ente querido pode ter um impacto vitalício e pode ser difícil conciliar, mesmo anos depois.

o rei leão

Mufasa e Simba voltam ao cinema 25 anos após o lançamento do filme original

Neste ano, a Disney produz e lança uma versão ‘live-action’ de “O Rei Leão”, que faz parte de um projeto de remakes das animações clássicas, como “Dumbo”, “Alice no País das Maravilhas”, “Malévola“, “Cinderela” e outros.

“O Rei Leão” está programado para estrear em 19 de julho de 2019 nos Estados Unidos, enquanto em terras tupiniquins, o filme está previsto para ser lançado no dia 18 de julho de 2019. Ansioso? Vamos recapitular tudo o que sabemos sobre o novo longa!

O ELENCO

o rei leão

Elenco estrelado de dubladores do novo O Rei Leão, de 2019

Com pré-produção iniciada ainda em setembro de 2016, Walt Disney Pictures recrutou um elenco de peso para “O Rei Leão”, confirmaram em 2017 Donald Glover, um dos atores mais requisitados e talentosos dessa nova geração, como Simba e Beyoncé, a artista POP mais celebrada da década, como Nala – para isso, o estúdio esteve disposto a fazer o que fosse necessário para que a cantora pudesse acomodar o filme em sua agenda agitada.

Em novembro, seu papel foi confirmado em um anúncio oficial  que também confirmou que Chiwetel Ejiofor desempenharia o papel de Scar, com Eric Andre, Florence Kasumba, Keegan-Michael Key, JD McCrary e Shahadi Wright Joseph juntou-se ao elenco como Azizi, Shenzi e Kamari, jovem Simba e jovem Nala, respectivamente. Na versão dublada, o ator Ícaro Silva e a cantora Iza nos papéis principais assumem as vozes de Glover e Beyoncé.

A TRILHA SONORA

o rei leão

Beyoncé canta uma música inédita no remake de O Rei Leão

No dia 11 de julho, a Disney lançou a trilha sonora completa em todas as plataformas digitais. Para fazer barulho nas redes sociais, o estúdio pediu músicas exclusivas de Beyoncé e Donald Glover – juntos, eles assinam, “Can You Feel the Love Tonight”. “Hakuna Matata” traz Billy Eichner cantando como Timão e Seth Rogen como Pumba. Já Elton John, que participou da versão da década de 90 do desenho, canta em “Never Too Late”. Solta o play!

OS EFEITOS VISUAIS

o rei leão

Jovem Simba em versão hiper-realista

Tecnicamente, “O Rei Leão” continua sendo uma animação na refilmagem pelas mãos de Jon Favreau. Apesar do visual hiper-realista, o filme foi feito por meio de CGI. Em vez do tradicional desenho, o título lança mão de computadores para dar vida à selva.

O diretor certamente nos mostrou o que poderá ser o futuro do cinema com esse filme. A sequência de abertura, na qual todos os animais convergem para celebrar o nascimento de Simba com o “Circle of Life” sendo cantado sobre ele, é poderosa de se observar, pois você ficará impressionado com a aparência realista de todos os animais.

O roteiro do filme permanece quase o mesmo que a versão animada de 1994 – alguns personagens ganham mais espaço, outras músicas mudam de lugar, mas tudo é bem fiel ao clássico. “O Rei Leão” teve orçamento de 250 milhões de dólares, enquanto a animação de 1994, foi orçada em 45 milhões.

AS INFLUÊNCIAS

What-Else-Mag-Cultura-Filmes-Disney-Cinema-O-Rei-Leão-2019-07

Junto com Timão e Pumba, Simba forma uma nova família no exílio após a morte de seu pai

A trama de “O Rei Leão” é a mesma de “Hamlet”. Os roteiristas nunca esconderam a inspiração na Peça de Shakespeare. Inclusive, muitos críticos e estudiosos venderam/trataram “O Rei Leão” como Shakespeare para crianças. De forma bem resumida, o filho de um rei assassinado pelo próprio irmão, se ergue da depressão para buscar a vingança contra seu maléfico e corrupto tio. Te lembra a história de alguém? É válido dizer que a versão original aborda temas bem mais controversos, como incesto, política, corrupção e violência.

A POLÍTICA

o rei leão

Scar é o grande vilão do filme, que assassina o irmão para virar rei

Se na animação de 1994 a Disney já fazia conexões entre o regime nazista e o vilão da história, Scar, na icônica cena “Se Preparem”, nesse novo filme, as referências continuam por lá: nessa cena, os companheiros de Scar não são os leões, mas sim as hienas, conhecidas por serem muito agressivas e não muito inteligentes. As hienas estão dentro de uma caverna, e lá elas não marcham: elas fazem o passo de ganso, tradicional marcha que caracteriza o exército nazista.

Há também uma linha nessa música que Scar diz: “Fiquem comigo, e jamais sentirão fome outra vez!”. Essa é uma das formas com que Hitler tomou o poder: ele prometeu ao povo alemão, que estava sofrendo após a Primeira Guerra Mundial, que eles teriam uma vida melhor se Hitler subisse ao poder.

Ainda em tom político no filme, é válido mencionar a família incomum de Simba, formada por Timão e Pumba, que o acolhe depois da morte de seu pai. Num país polarizado e com a liderança conservadora de Trump, referências à líderes retrógrados caem como uma luva.

O MERCADO

o rei leão

Macaco Rafiki é o grande condutor da narrativa em torno do Ciclo da Vida

“O Rei Leão”, de 1994, é a animação mais rentável da história da Disney, com quase 1 bilhão de dólares arrecadados. Ao que tudo indica, a versão de 2019 vai se tornar a live-action mais bem-sucedida do estúdio, tanto por ser o tipo de filme que muitas famílias verão com seus filhos, quanto por atravessar diversas gerações.

Como poucos filmes serão lançados até as férias de Julho, fica fácil para “O Rei Leão” recrutar uma audiência constante e forte por muito tempo e faturar bastante até bem depois do primeiro fim de semana de exibição.

Outra comparação que indica o sucesso de bilheteria de “O Rei Leão”, é o caso de “A Bela e a Fera”. O remake de 2017 lucrou quase quatro vezes mais que a animação de 1991, arrecadando 1,26 bilhão de dólares. Se “O Rei Leão” arrecadar nas mesmas proporções em relação ao original de 1994, serão US$ 2,3 bilhões – isso sem contar nas toneladas de merchandising e produtos licenciados que poderão ser lançados acompanhado do longa.

o rei leão

Coleção exclusiva da Hering inspirada no icônico filme

No Brasil, a Hering aproveitou o momento nostálgico do remake, para lançar uma coleção exclusiva inspirada no icônico filme da Disney. A pré-venda já está disponível no site e em todas lojas da marca na data do lançamento do filme, que acontece em 18 de julho em todo o país.

Entre memórias de infância e mood divertido, a coleção é inspirada na principal mensagem do “O Rei Leão“: os ciclos da vida. Para criar a coleção, a Hering se debruçou sobre o universo da obra, absorvendo personagens, elementos gráficos e frases emblemáticas do filme para estampar peças básicas do guarda-roupa masculino. Tudo com a cartela de cores baseada nas cenas do filme. Já queremos o look para ir aos cinemas no tema.

E você, vai assistir ao novo filme? Conta aqui sua experiência e relação com o aclamado desenho da Disney!

Fotos: ®Reprodução

O que você achou?